Guilherme Boulos, o crime e a confissão

Ao assumir a responsabilidade pela invasão do tríplex do Guarujá, o ativista político e pré-candidato a presidente Guilherme Boulos cometeu um crime.

No mínimo houve a violação de domicílio.

A trupe de Boulos invadiu um condomínio.

Todavia, o fato revelador no próprio discurso de Boulos é a perturbação da ordem e a afronta ao Judiciário.

Mesmo após a divulgação, ante a ação da Polícia Militar, o pilantra ainda mandou recado. Veja abaixo:

Para Boulos a ação foi 'arbitrária'.

Patético!

O 'povo sem medo' não resistiu ao medo do xilindró.

De qualquer forma, não resta dúvida de que Boulos comandou a 'patacoada' e confessou a prática criminosa.

Fica o questionamento: Quem protege esse marginal?

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça