O guardião da Constituição desertou

Exatamente.

O STF, ao que se vê, desertou, de há muito, de ser o guardião da Constituição.

A decisão, além de bizarra, estapafúrdia e talidomídica é um escracho ao Direito Constitucional brasileiro.

Ora veja, o Senado Federal havia cassado e tornado o senador Demóstenes Torres, íntimo amigo do bicheiro Carlinhos Cachoeira, i-ne-le-gí-vel, por 8 (oito) anos.

Todavia, pasmem, o STF, digamos assim, "descassou" o senador, permitindo que ele venha concorrer, agora como Deputado já nesta eleição de 2018.

Adivinhem quem foram "mini"stros que votaram a favor de anular a condenação de inelegibilidade do Senador Demóstenes Torres?

Tcharããããmmmm!

Os de sempre: Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

Segue o STF na sua linha fordista de produzir, a rodo, verdadeiras excrescências para o Direito Constitucional brasileiro.

Quando a injustiça e o "casuísmo" falam na mais alta Corte, a impunidade reina.

Pedro Lagomarcino

Advogado em Porto Alegre (RS)

Siga-nos no Twitter!

Mais de Pedro Lagomarcino

Comentários