De leve, Zé confessa...

Prestes a ser novamente preso, o petista José Dirceu, por certo já fatigado de viver num mundo só de mentiras, começou a admitir, ainda bem de leve, os seus erros, não os seus crimes.

Dirceu, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, insiste em dizer que não há nenhuma prova contra ele, mas concorda que errou no desenvolvimento de sua relação com o lobista Milton Pascowitch.

“Na minha relação com Milton Pascowitch. Eu comprei um imóvel, financiei, paguei a entrada. Ele reformou o imóvel. Eu não paguei. Foi um erro meu. Eu não poderia ter estabelecido essa relação.”
E o petista complementa, tentando explicar o inexplicável:
“Era um empréstimo não declarado. Que virou propina. Foi uma relação indevida. Admito. Mas não criminosa.”
Difícil de acreditar na 'historinha' do Zé.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política