Quem diria? Ex-ministro petista é quem sai em defesa de Aécio

No momento em que o senador Aécio Neves está na linha de fogo do Ministério Público, causa absoluta estranheza perceber quem sai em sua defesa.

O patético advogado de Dilma Rousseff e ex-ministro da Justiça na gestão da petista, José Eduardo Cardozo.

O Estadão transcreve o que foi dito por Cardozo:


“Algumas vezes ele me procurou, mas nunca pediu para mudar o delegado. Pedia imparcialidade da PF, que não fosse perseguido”, revela.
Parece óbvio que há no caso interesses convergentes e certamente inconfessáveis.

Bem diferente da história contada por Osmar Serraglio, que foi ministro da Justiça de Temer. Ao O Globo, ele contou que foi pressionado pelo senador a trocar o delegado que o investigava no caso JBS.

Não é a toa que o PT apoiou a cassação de Delcídio e se omitiu na vez de Aécio.

A podridão é recíproca.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política