Richa e Dilma: corrida contra o tempo e contra Moro

Um tucano, uma petista e o mesmo dilema.

Beto Richa, ex-governador do Paraná e agora sem foro privilegiado e Dilma Rousseff, bastante acuada com a delação de Antonio Palocci, travam uma desesperada corrida contra o tempo.

Ambos necessitam chegar intactos até o pleito eleitoral, com o objetivo de conseguirem mandatos e o nefasto ‘foro privilegiado’.

Contra Richa, inúmeras investigações estão em andamento e o STJ acaba de determinar a remessa para o juiz Sérgio Moro da investigação aberta no caso Odebrecht.

Beto Richa foi citado nas delações premiadas do ex-executivo da empresa na região Sul, Valter Lana, e do ex-presidente da Odebrecht infraestrutura Benedicto Júnior, divulgadas no ano passado.

Dilma, por sua vez, após a homologação da delação de seu ex-ministro, entrará na linha de fogo. O seu desespero é tão grande que se apressou em divulgar uma nota atacando Palocci e classificando-o como ‘mentiroso’.

Uma insanidade, vez que os termos da delação ainda estão sob sigilo. Dilma, portanto, diz que Palocci mente, sem ao menos saber o que ele disse.

Parece uma autêntica confissão de culpa.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça