O surto da filósofa no acampamento: Quem é contra Lula tem problema sexual (Veja o Vídeo)

Transcrição do depoimento da filósofa petista Márcia Tiburi:

"Eu acho que no comportamento fascista, na personalidade autoritária, existe uma... assim... um problema sexual mesmo, sabe? Existe... é... existe um problema sexual no sentido de que a preocupação com a sexualidade dos outros, o... a... a homofobia, a transfobia, a misoginia, a marcação preconceituosa em cima da sexualidade dos outros demonstra uma projeção agressiva, uma... e que tá intimamente conectado também com uma identificação com um líder autoritário que, em geral, é uma figura fria.
É incrível analisar a iconografia desse momento. Você olha pra Lula, Lula é um homem que todo mundo brinca que ele é crush de todo mundo, né? É um homem assim, é... afetuoso, amoroso, as mulheres adoram o Lula, acham ele, assim, o máximo. Infelizmente ele ficou viúvo, dum jeito absolutamente também triste, mas as pessoas são apaixonadas por ele. Fica todo mundo querendo casar com o Lula, né?

E aí você vai olhar os seus algozes. São uns caras frios, secos, sem tesão, e sem tesão não há solução. Uns caras esquisitos, uns caras muito... é... comprometidos com todo um... um... vamos dizer assim, com todo um princípio heterossexual, é... um princípio que é a lógica do... enfim, da violência contra as mulheres, contra os negros, contra a liberdade de expressão.

A liberdade sexual é uma liberdade de expressão absolutamente importante. O fascismo, gente, ele é um puro sadismo contra aquele que você não pode ser, contra aqueles que você julga felizes, contra as pessoas simples, que vivem de felicidades muito simples, como a felicidade de comer, de se abraçar, de transar, de fazer sexo.

Essa gente burguesa é uma outra parada, gente. Sugiro que a gente comece a estudar mais a sexualidade nesse sentido. E aí eu acho que rola uma inveja das elites em relação ao povo. E quando o povo, que já tinha sexo, que já tinha afeto e que já tinha abraço, e que já tinha uma vida leve, de repente, além de tudo, ganha uma Bolsa Família, que vai fazer as pessoas comerem, também fazer churrasco, ser mais feliz ainda, o povo da camada de cima, essa camada branca, asséptica, essa camada burguesa, que adora um capital porque não tem outro tipo de prazer, que adora dinheiro, que adora mercadoria, que adora consumismo, que adora a frieza do shopping, essa galera não deu conta, não. Não deu conta dessa liberdade do povo, dessa felicidade do povo.
(...)
Nós todos estamos correndo riscos dessa sanha tarada desses fascistas que têm poder no Brasil hoje. É assim, acho que nossos beijos, amores, abraços, podem deixar eles assim ainda mais irritados. Então eu espero que a gente possa também dizer pra eles que eles também podem ser felizes. É só relaxar e gozar no melhor sentido possível dessa expressão, sendo felizes com o povo, curtindo a alegria afetiva do PT, parando de transformar o PT numa metáfora do mal.
O PT é um partido que tem que ser apolítico como qualquer partido inteligente, e isso a gente tá fazendo: autocrítica inteligente, do PT e da esquerda, (ininteligível) porque a gente não tem medo de quem a gente é. A gente é humano, então a gente também erra. Agora, os fascistas acham que eles não erram, e aí eles se tornam prepotentes e burros.
Eu não sei se eles têm salvação. A gente já está salvo."
PROVA DO MESTRADO EM FILOSOFIA

Com base no depoimento acima, feito pela filósofa Márcia Tiburi em Curitiba, na vigília democrática de 21 de abril, responda as questões abaixo:

1. Dado que os algozes de Lula é que são comprometidos com um princípio heterossexual, que Lula é o crush de todo mundo, que todo mundo é apaixonado por Lula e que todo mundo quer casar com Lula, está Lula aberto a um relacionamento homoafetivo, trans e de poliamor? Desenvolva.

2. Os fascistas são caras esquisitos, frios, secos e sem tesão porque transam de meia, ou transam de meia porque são esquisitos, frios, secos e sem tesão? (Questão com consulta livre à Netflix)

3. Os veganos, que não fazem churrasco, devem ser excluídos do Bolsa Família? Justifique.

4. Escolha um destes personagens negros, da camada de baixo, e demonstre (com exemplos concretos) seu desapego ao capital: Lula, José Dirceu, Antônio Palocci, Cristiano Zanin, Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias, Chico Buarque e Márcia Tiburi.

5. Correlacione as assertivas a seguir, de forma argumentativa, num texto (mínimo 20 linhas) contendo tese, antítese e entrada em parafuso:

a) Os fascistas são prepotentes e burros, se identificam com líderes autoritários e têm inveja de quem faz sexo.

b) Os fascistas podem ser felizes se curtirem a alegria afetiva do PT.

c) O PT é um partido político apolítico, que faz autocrítica inteligente.

d) Só há salvação no PT.

Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Eduardo Affonso

Comentários

Notícias relacionadas