Defesa de Lula roga a Toffoli que retire processos de Moro

O maior temor dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é que, mesmo sem as delações da Odebrecht, o juiz Sérgio Moro sentencie nos dois processos que ainda permanecem sob a sua jurisdição.

No caso de uma nova condenação, o próprio Moro já poderá determinar a imediata prisão do condenado.

Com essa estratégia, Moro conseguiu manter Marcelo Odebrecht preso, vários decretos prisionais.

Zanin e seus asseclas sabem que tanto o processo do sítio de Atibaia, quando o do terreno do Instituto Lula estão repletos de outras provas.

A descomunal ajuda dada por Dias Toffoli, retirando às delações da Odebrecht, com a providencial colaboração de Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, não será suficiente para evitar novas condenações.

Nesse sentido, a defesa de Lula protocolou petição na segunda-feira (30), requerendo que o STF determine ao juiz Sergio Moro o envio dos processos contra o petista na Lava Jato à Justiça Federal de São Paulo e, além disso, anule o andamento até o momento.

O voto de Dias Toffoli não foi nesse sentido.

Resta saber se o ministro vai efetivamente ocupar lugar na banca de advogados do meliante condenado.

Toffoli não tem essa coragem toda...

A sociedade está atenta.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça