Toffoli demonstra que tem mais juízo que Gilmar e mantém processo do sítio com Moro

A tentativa da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de tirar o processo do sítio de Atibaia da jurisdição do juiz Sérgio Moro, acaba de ser frustrada pelo ministro Dias Toffoli.

Ele rejeitou o pedido protocolado pelo abobalhado Cristiano Zanin.

O advogado de Lula alegava que a decisão de Moro de manter o processo em Curitiba foi uma "clara afronta" ao entendimento da Segunda Turma.

Toffoli não reconheceu no ato de Moro uma eventual afronta ao STF. "Neste juízo de delibação, não vislumbro a apontada ofensa à autoridade do Supremo Tribunal Federal", escreveu o ministro.

Na reta final e quase pronto para ser sentenciado, o processo do sítio pode significar mais alguns anos de xilindró para o meliante petista.

Vem sentença pesada por aí.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça