Toffoli adota posição de magistrado e abandona o PT

O ministro Dias Toffoli assume em setembro a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).

É de conhecimento geral suas ligações umbilicais com o PT, especialmente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o ex-ministro José Dirceu.

Toffoli pode não ser, como de fato não é, um exímio conhecedor do direito, mas também não é bobo e pressente que precisa se distanciar da imagem de ‘petista’.

Além disso, o ministro deve imaginar que na condição de ministro, já deu a sua cota de contribuição ao PT, já ‘pagou a conta’.

Jovem, chegou a hora de se transformar efetivamente em um magistrado.

É a explicação para as suas atitudes recentes. O voto contra a soltura de Lula e a proposta de extensão do foro privilegiado a todas as autoridades.

Enfim, chegou a hora de se libertar do PT.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça