Moro assume investigações e põe PF em cima de Beto Richa

Pronto! Veremos agora qual será o discurso do PT.

Pela primeira vez chega nas mãos do juiz Sérgio Moro um caso envolvendo um tucano.

Sem pestanejar, o magistrado determinou que a PF abra um inquérito contra o ex-governador do Paraná.

No despacho inaugural, o magistrado já deixou claro que o tratamento com pessoas supostamente envolvidas em prática de corrupção, será sempre o mesmo. Impiedoso e célere.

Moro deu prazo de 30 dias para que a PF e o Ministério Público Federal (MPF) deem continuidade às investigações e afirmou que é dele a competência para julgar os fatos relacionados à campanha à reeleição de Beto Richa em 2014, porque nesse caso haveria suspeita de contrapartida com uma intervenção do governo do estado na licitação para as obras na rodovia.

A defesa de Richa, por sua vez, tenta fugir de Moro e aguarda o julgamento de um recurso contra a decisão que determinou a remessa da investigação para a Justiça Federal.

O caso apura o possível favorecimento à Odebrecht na licitação da PR-323.

Petistas e tucanos irão constatar definitivamente que a Lava Jato é apartidária, absolutamente contra a corrupção e os corruptos.

Seja ele Lula ou Beto Richa.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça