Os segredos de Paulo Preto e a ação providencial de Gilmar Mendes

Numa animada conversa entre Paulo Preto, tido como o operador de propina do PSDB, Fernando Cavendish, dono da Delta, e Ricardo Pessoa, dono da UTC, o operador tucano falava sobre suas aventuras no mundo da propina.

O encontro infame, ocorrido na sede da UTC, foi revelado pelo jornalista Filipe Coutinho, da Revista Crusoé.

Segundo a matéria, de fonte certamente absolutamente fidedigna, na conversa com os empreiteiros, Paulo Preto teria nominado os codinomes usados para designar alguns proeminentes políticos tucanos em operações clandestinas de entrega de dinheiro.

Preso em abril, Paulo Preto estava na iminência de se transformar em um fulminante delator.

O Habeas Corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes foi providencial.

Não será agora que o Brasil irá conhecer os segredos de Paulo Preto.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política