Homem que pode desvendar esquema de propina em fundos de pensão fecha delação

O operador das fraudes em fundos de pensão, Edward Penn, teve a sua delação premiada homologada pelo juiz federal Marcelo Bretas.

Num sórdido esquema capitaneado pelo PT e MDB, Edward lavou no exterior R$ 45 milhões desviados do Postalis (dos Correios) e Serpros (do Serviço Federal de Processamento de Dados).

O operador utilizava de empresas de fachada do mercado de câmbio para ocultar os recursos oriundos de corrupção e repassá-los a beneficiários no Brasil, de acordo com as investigações da Operação Rizoma.

Pelo acordo, Penn cumprirá um mês em regime fechado, que já se encerrou, e mais um ano em prisão domiciliar.

No total, cumprirá oito anos e pagará multa de R$ 500 mil, mais indenização de R$ 3,5 milhões.

Sua missão na delação será esmiuçar o esquema e fornecer provas que certamente irão incriminar petistas e emedebistas corruptos.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça