Finalmente Justiça determina o fim das benesses de Lula como ex-presidente

A incoerência da manutenção de direitos que Lula teria na condição de ex-presidente, como segurança, transporte e assessoria, finalmente foi suspensa por determinação judicial.

Um absurdo, o ex-presidente preso pela prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, continuar ‘desfrutando’ de benesses oferecidas pela União.

Nesse sentido, o juiz federal Haroldo Nader, da 6ª Vara de Campinas, concedeu liminar para que a União suspenda imediatamente a segurança, transporte e assessoria que o petista poderia usufruir como ex-presidente.

Para o magistrado, face a reclusão de Lula, o erário está sendo lesado.

A decisão em caráter liminar, considerou que preso, Lula não tem qualquer necessidade de segurança, vez que esta está sendo exercida pela Polícia Federal. Da mesma forma não necessita de veículos oficiais, vez que está preso, impossibilitado de deixar a carceragem. E, também, não precisa de assessores, vez que preso está automaticamente afastado de suas atividades políticas, profissionais e sociais.

A ação foi movida pelo Movimento Brasil Livre.

Só falta o Zanin recorrer. O que não é de se duvidar.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça