Neta de ex-ministro do STF é presa por suposta propina a Michel Temer

Uma prisão efetuada nesta quinta-feira (29) na Operação Skala chocou o mundo jurídico e empresarial.

A dona do grupo Libra Celina Torrealba teve decretada a sua prisão temporária.

A empresária recebeu a visita da Polícia Federal em seu apartamento no Leblon, no Rio de Janeiro.

O Grupo Libra é concessionário de áreas no Porto de Santos e foi delatado pelo doleiro Lúcio Funaro, na Operação Lava-Jato, como uma das empresas beneficiadas pela Medida Provisória (MP) dos Portos.

A ‘madame’ presa é neta de Hermes Lima, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), falecido em 1978.

Em outros tempos, jamais iria se imaginar uma prisão desse quilate, com esse nível de parentesco.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça