Em jato particular, Lula e Dilma prestigiam homenagem póstuma a Fidel

Lula e Dilma Rousseff chegaram nesta sábado (3) para a despedida do líder cubano, falecido no último dia 25, aos 90 anos de idade.

A dupla viajou em um jato particular. Ainda não se sabe quem cedeu o avião.

Em Cuba, Lula qualificou Fidel Castro como ‘o último mito vivo’, e complementou: ‘Tive o prazer de conviver com Fidel por quase 30 anos. Antes, durante e depois da minha presidência. Poucas vezes conheci uma pessoa com o comportamento e dignidade de Fidel’.

O petista ainda criticou a imprensa brasileira pelo tratamento dado a Fidel, quando de sua morte: ‘Eles não trataram o Fidel com o respeito que ele merece. Qualquer um tem o direito de discordar, mas as pessoas não podem perder o respeito’.

Dilma também fez elogios ao líder cubano, tratando-o como ‘um exemplo para a América Latina’.

‘Creio que ele deu muito da sua capacidade de luta, foi um grande amigo nosso. Seu exemplo será eterno para a América Latina, nesse momento de dor, principalmente para o Brasil’, disse a ex-presidente.

Também estavam presentes os presidentes da Bolívia, Evo Morales; da Nicarágua, Daniel Ortega; e da Venezuela, Nicolás Maduro. 

da Redação

Comentários

Mais em Internacional

loading...